domingo, 30 de janeiro de 2011

Aves 0 - 4 Benfica: Resumo

video

Aves 0 - 4 Benfica

O Benfica goleou esta noite o Desportivo das Aves (4-0) e apurou-se para as meias-finais da Taça da Liga, onde vai receber o Sporting no Estádio da Luz.

Apenas uma hecatombe poderia afastar as “águias” da fase seguinte da competição. Por esse motivo, Jorge Jesus aproveitou a partida em Vila das Aves para gerir o plantel e colocar em campo alguns elementos menos utilizados.

Num jogo que servia praticamente para cumprir calendário, os adeptos “encarnados” tinham uma motivação especial para assistir à partida: as estreias de Jardel, ex-Olhanense, e de Jose Luis Fernandéz, que alinham no onze inicial dos visitantes.

Por outro lado, Vítor Oliveira não pôde contar para esta partida com o melhor marcador da Liga Orangina: Rabiola continua a recuperar de lesão e não integrou a convocatória do Aves.

Os cerca de seis mil adeptos que se deslocaram esta noite ao Estádio Clube Desportivo das Aves assistiram a um jogo “morno”, disputado a um ritmo lento, sem grandes oportunidades de golo para ambas as equipas.

A “meio gás”, o Benfica controlou durante os 90 minutos e sem dificuldades arrecadou os três pontos, quando o empate bastava para as aspirações da equipa da Luz. Aos 35 minutos, um grande centro do estreante Fernandéz acabou na cabeça de Javi Garcia que, sem marcação, inaugurava o marcador. Ficou mal na “fotografia” o guardião Heldér Godinho que errou o “timing” de saída ao lance, facilitando a tarefa dos visitantes.

Se no primeiro tempo os avenses ainda tentaram discutir o resultado, nos segundos 45 minutos a equipa da casa parecia conformada com a sua sorte. Jara, aos 69 minutos, e Nuno Gomes, poucos minutos depois de ter rendido Kardec, aos 76’, aumentaram a vantagem do Benfica. Houve ainda tempo para um grande golo de Felipe Menezes que selava a goleada.

Vitória tranquila dos campeões nacionais, perante um Aves que entrou determinado em baralhar as contas no grupo B, mas que, infelizmente, cedo desistiu da missão.

Com três vitórias em três jogos, o Benfica soma nove pontos que asseguram o primeiro lugar do grupo B e a passagem às meias-finais, onde defrontarão o “eterno rival” Sporting.

O Desportivo das Aves fica pelo caminho, com três pontos, somados na vitória frente ao Olhanense, último classificado do grupo.

Jogo disputado no Estádio Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves.

Desportivo das Aves -- Benfica, 0-4.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Javi Garcia, 35 minutos.

0-2, Jara, 69.

0-3, Nuno Gomes, 77.

0-4, Felipe Menezes, 90.

Equipas:

- Desportivo das Aves: Hélder Godinho, Marco Airosa, Tiago Valente, João Pedro, Vítor Vinha, Júlio César, Lourenço (Pedro Cervantes, 67), Nélson Pedroso (Diogo Viana, 46), Pedro Pereira (Tozé Marreco, 60), Vasco Matos e Luisinho.

(Suplentes: Rui Faria, Grosso, Sérgio Carvalho, Pedro Cervantes, Marco Cláudio, Diogo Viana e Tozé Marreco).

- Benfica: Moreira, Luís Filipe, Sidnei, Jardel, César Peixoto, Javi Garcia, Felipe Menezes, Aimar (Airton, 63), Fernández (Salvio, 57), Jara e Kardec (Nuno Gomes, 72).

(Suplentes: Júlio César, Maxi Pereira, Roderick, Airton, Salvio, Weldon e Nuno Gomes).

Árbitro: Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Acção disciplinar: cartão amarelo para Aimar (03), João Pedro (28), Nélson Pedroso (34), Júlio César (45+1) e César Peixoto (70).

Assistência: cerca de 5.000 espetadores.

Fonte: Ojogo, Aves 0 - 4 Benfica

sábado, 29 de janeiro de 2011

Nélson Veiga assina até final da época



O defesa-central Nélson Veiga é o novo reforço do Desportivo das Aves, 6.º da Liga Orangina, até ao final da presente época, revelou este sábado à Lusa fonte do clube.

O jogador esteve à experiência no Portimonense nos últimos dias, mas não chegou a acordo com o clube algarvio, tendo assinado hoje contrato com os avenses até ao final da época, com mais uma temporada de opção.

Nélson Veiga, que cumpre 33 anos em fevereiro, já representou o Estoril, o Vitória de Setúbal, a Naval, o Omonia (Chipre) e o AEK Larnaca (também do Chipre) e começa a treinar com os novos colegas terça-feira.

Até segunda-feira, data de fecho do mercado de inverno, pode ainda chegar um trinco, adiantou o presidente da comissão administrativa do Desportivo das Aves, Armando Silva.

Fonte: Record, Nélson Veiga assina até final da época

Jesus elogia o D. Aves

ADVERSÁRIOS NA TAÇA DA LIGA

Jorge Jesus, deixou este sábado muitos elogios ao D. Aves, na véspera do encontro da 3.ª e última jornada do Grupo B da terceira fase da Taça da Liga.

Bem encaminhado para garantir o apuramento para as meias-finais da competição que venceu nos dois últimos anos, o Benfica visita no domingoa formação da Vila das Aves, 6.ª classificada da Liga Orangina.

"Conheço bem o D. Aves e o quanto é difícil jogar naquele campo. É uma equipa que tem vindo a recuperar na Segunda Liga e que tem pretensões à subida. Defende bem, tem jogadores rápidos nas alas e um avançado jovem (Rabiola) que é o melhor marcador daquele campeonato (não foi convocado, devido a lesão)", alertou o técnico encarnado.

Por isso, face às dificuldades esperadas no encerramento do Grupo B, voltou a apelar ao apoio dos adeptos do Benfica e à presença em massa no estádio do D. Aves.

"O Benfica sempre que vai ao norte tem sempre muitos adeptos a apoiar. Espero que na Vila das Aves voltem a estar presentes", apelou o treinador.

Fonte: Record, Jesus elogia o D. Aves

Desp. Aves: portista Diogo Viana estreia-se com Benfica

Rabiola ficou de fora dos convocados por lesão

A estreia de Diogo Viana é a principal nota de destaque da lista de convocados do Desp. Aves para a recepção ao Benfica. O extremo que no último ano e meio esteve cedido ao Venlo, da Holanda, é reforço de inverno Aves e estreia-se numa convocatória, embora não vá ser titular, segundo revelou o treinador Vítor Oliveira.

De fora deste jogo fica outro portista: o avançado Rabiola, melhor marcador da Liga de Honra, com oito golos, está lesionado e não é opção para este jogo da terceira jornada do Grupo B. Rabiola acaba por ser a grande baixa, mas não é a única: Gonçalo é outro caso clínico do plantel e também fica de fora.

A formação de Vítor Oliveira tem três pontos, contra seis do Benfica, e tem por isso de vencer por quatro golos para chegar ao primeiro lugar do Grupo B. O jogo realiza-se no Estádio do Clube Desportivo das Aves, domingo, a partir das 18:15, e será arbitrado por Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Rui Faria e Hélder Godinho;
Defesas: Marco Airosa, Tiago Valente, João Pedro, Nélson Pedroso, Vítor Vinha e Sérgio Carvalho;
Médios: Grosso, Lourenço, Marco Cláudio, Pedro Cervantes, Pedro Pereira, Júlio César e Luisinho;
Avançados: Diogo Viana, Tozé Marreco e Vasco Matos.

Fonte : MaisFutebol, Desp. Aves: portista Diogo Viana estreia-se com Benfica

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Vítor Oliveira: «Benfica é notoriamente favorito»

O treinador do Aves disse esta sexta-feira que o Benfica é "notoriamente favorito" para o jogo de domingo, da terceira fase da Taça de Liga em futebol, mas tem o desejo de fazer "uma surpresa".

"O Benfica é notoriamente favorito, mas gostávamos de fazer uma surpresa, há sempre esse desejo. Sabemos que não é fácil, mas estamos com um espírito positivo para sermos um forte opositor", afirmou Vítor Oliveira, em conferência de imprensa.

A passagem às meias finais não é fácil porque o Desp. Aves terá que vencer o Benfica por três golos de diferença e esperar ainda que o Marítimo não ganhe ao Olhanense, mas o técnico garante que "a motivação é muito grande".

"A maior parte dos jogadores do Aves nunca jogou com o Benfica e é sempre extremamente motivador jogar com os 'três grandes'. Todos querem jogar e estamos empenhadíssimos num bom resultado e numa boa exibição", assegurou.

Em sexto da Liga Orangina, a turma avense não vai jogar "de olhos nos olhos com o Benfica", porque "a única equipa que o pode fazer neste momento é o FC Porto, todas as outros revelam incapacidade para isso", defende o técnico.

"Vamos jogar com algumas cautelas e tentar fechar linhas ao Benfica, que começou mal o campeonato, mas neste momento apresenta um futebol de grande qualidade. Vamos apostar nos contra-ataques e nas bolas paradas, em que podemos fazer surpresa", anteviu.

Jogar a meio da semana para a Taça de Portugal, diante do FC Porto, e as várias alterações previsíveis no "onze" do Benfica por essa razão, não é uma vantagem para o Aves, sendo até "um falso problema", na opinião de Vítor Oliveira.

"Primeiro porque uma segunda equipa do Benfica será sempre de grande qualidade e candidata a um terceiro ou quarto lugar do nosso campeonato, depois porque a competitividade é tão grande que os jogadores que vão entrar querem aproveitar para mostrar que têm potencial para jogar na primeira equipa e vão jogar nos limites", disse.

O jogo realiza-se no Estádio do Clube Desportivo das Aves, domingo, a partir das 18H15, e será arbitrado por Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Fonte: Record, Vítor Oliveira: «Benfica é notoriamente favorito»

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Bilhetes para o Aves-Benfica à venda

Os bilhetes para o jogo entre o Desportivo das Aves e o Benfica, da 3.ª jornada do Grupo B da Taça da Liga, foram postos à venda esta quinta-feira e a lotação não está esgotada.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Comissão Administrativa do clube avense, da Liga Orangina, contrariou assim a ideia de que a "casa" já está cheia para a partida marcada para as 18 e 15 de domingo.

Armando Silva explicou que os bilhetes só foram postos à venda na manhã de hoje na Vila das Aves, tal como os mil requisitados pelo Benfica, "já que só foram entregues na quarta-feira à noite em Vila do Conde", onde os encarnados jogaram para a Taça de Portugal.

Deste modo, o dirigente garantiu que "ainda há muito bilhete para vender".

Os preços dos ingressos são de 10 euros para os sócios do Desportivo das Aves e do Benfica e de 15 euros para o público em geral. O recinto da equipa avense tem capacidade para 5 mil pessoas.

O jogo tem lugar no Estádio do Clube Desportivo das Aves, às 18 e 15 de domingo, e será arbitrado por Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Fonte: Record, Bilhetes para o Aves-Benfica à venda

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Carlos Xistra dirige D. Aves-Benfica

O albicastrense Carlos Xistra vai dirigir no domingo a visita do Benfica, detentor do troféu, ao Desportivo das Aves, em jogo da 3.ª jornada do Grupo B da Taça da Liga, anunciou esta quarta-feira a Liga de clubes.

GRUPO B:

Domingo (30 jan):
D. Aves-Benfica, Carlos Xistra (Castelo Branco)
Olhanense-Marítimo, Bruno Esteves (Setúbal)

Fonte: Record, Carlos Xistra dirige D. Aves-Benfica

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

D. Aves-Sp.Covilhã, 2-0: Bis de Pedro Pereira

Um "bis" de Pedro Pereira deu hoje a vitória ao Desportivo das Aves sobre o Sporting da Covilhã (2-0), na 15.ª jornada da Liga Orangina, queixando-se os serranos de ilegalidade no primeiro golo.

Com este triunfo, o terceiro consecutivo, os avenses sobem ao sexto lugar, com 22 pontos, a apenas três do segundo classificado, que permite a subida de divisão, enquanto o Sporting da Covilhã somou o seu sexto jogo sem vencer (não ganha desde 29 de novembro, no Restelo, ante o Belenenses) e segue em penúltimo lugar, com 15 pontos.

A grande figura da partida foi o extremo Pedro Pereira, autor dos dois golos da partida na fase inicial da segunda parte (54 e 58 minutos), ainda que no primeiro tenham sobrado dúvidas sobre se a bola entrou ou não na baliza do Covilhã.

O Desportivo das Aves começou com algum ascendente, mas o Sporting da Covilhã foi equilibrando a contenda e, aos 36 minutos, Ivo Pinto "disparou" de longe fazendo a bola sair a rasar o poste.

Os avenses responderam pouco depois (39 minutos), através de um livre direto de Vasco Matos, mas Serginho "brilhou" e defendeu para canto.

O segundo tempo começou com um remate forte de Júlio César, aos 47 minutos, mas à figura de Serginho, e, aos 54, a equipa da casa chegou à vantagem num lance polémico.

Vasco Matos internou-se pela direita e centrou com conta, peso e medida para Pedro Pereira, que cabeceou para grande defesa de Serginho, mas o árbitro assistente considerou que a bola ultrapassou a linha e assinalou golo, perante os protestos generalizados de jogadores e responsáveis visitantes.

Três minutos depois, Ivo Pinto roubou o segundo golo avense a Rabiola, num lance em tudo semelhante ao do primeiro, mas, aos 58 minutos, Pedro Pereira, depois de uma boa assistência de Marco Airosa, rematou rasteiro e colocado, sem hipóteses para Serginho.

Os homens da Covilhã reagiram e tiveram algumas oportunidades para marcar, mas o Aves também podia ter aumentado a vantagem.

Jogo no Estádio Clube Desportivo das Aves, Vila das Aves.


Desportivo das Aves: Hélder Godinho, Marco Airosa, Tiago Valente, João Pedro, Vítor Vinha, Júlio César, Pedro Cervantes (Lourenço, 71), Pedro Pereira, Vasco Matos (Marco Cláudio, 76), Luisinho e Rabiola (Tozé Marreco, 85).

Sporting da Covilhã: Serginho, Ivo Pinto (Hélder Rodrigues, 85), Wagnão, Nuno Gomes, Zezinho, Flávio, Milton (Bruno Severino, 61), Dani, Amessan, Rincon e Vouho.

Árbitro: Diogo Santos (Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nuno Gomes (15), Flávio (47), Serginho (54), Vítor Vinha (69), Wagnão (79), Zezinho (90+4) e Pedro Pereira (90+7).

Fonte:Record, D. Aves-Sp.Covilhã, 2-0: Bis de Pedro Pereira

Rabiola, Airosa e Godinho de regresso

Os regressos de Rabiola, Marco Airosa e Hélder Godinho são os destaques dos convocados do D. Aves para a receção ao Sp. Covilhã, segunda-feira, em jogo da 15.º jornada da Liga Orangina.

O treinador avense, Vítor Oliveira, decidiu dar descansando ao trio no jogo da Taça da Liga diante do Marítimo, mas voltou a chamá-los para o encontro com a equipa serrana, sendo expectável que todos venham a ser titulares.

De fora dos convocados ficaram Hugo Ferreira, Dani e Leandro.

Diogo Viana, extremo emprestado pelo FC Porto na reabertura de "mercado", continua de fora das opções do técnico.

O jogo entre D. Aves, 6.º com 19 pontos, e Sp. Covilhã, 15.º, com 15, tem lugar no Estádio do Clube Desportivo das Aves, às 18:30 de segunda-feira, e será arbitrado por Diogo Santos, de Aveiro.

Convocados:

Guarda-redes: Rui Faria, Hélder Godinho.

Defesas: Marco Airosa, Tiago Valente, João Pedro, Nélson Pedroso, Vítor Vinha, Sérgio Carvalho.

Médios: Grosso, Lourenço, Marco Cláudio, Pedro Cervantes, Pedro Pereira, Júlio César, Luisinho.

Avançados: Tozé Marreco, Vasco Matos, Rabiola.

Fonte: Record, Rabiola, Airosa e Godinho de regresso

sábado, 22 de janeiro de 2011

Situação de Fary no Aves ainda por resolver

Depois dos empréstimos de Tiago e Éder Diego ao Cesarense, da II Divisão, os responsáveis do Aves têm em Fary o único caso por resolver no que toca a saídas. O experiente avançado não entra nas primeiras opções de Vítor Oliveira e será colocado noutro clube. Entretanto, Gonçalo, por lesão, não é opção para a recepção ao Covilhã.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Resumo: Marítimo 2-1 Desp. Aves

video

Maritimo 2 - 1 Aves

O Marítimo bateu ontem o Aves nos Barreiros, num encontro que revelou muitas facetas positivas de parte a parte, sobretudo a excelente qualidade de jogo que apresentaram. Os verde-rubros foram melhores e dominaram quase todo o embate, embalados por um grupo jovem, astuto e que provou estar à altura das responsabilidades. No entanto, a equipa de Vítor Oliveira vendeu cara a derrota, mas pecou em termos de finalização, apesar de ter tido algumas boas ocasiões para desfeitear Marafona.

Com esquemas tácticos semelhantes (4x3x3), de nada valeu o desenho feito por ambos os técnicos, sobretudo após o golo madrugador de Luís Olim, que inverteu por completo qualquer cenário antecipado. Em desvantagem, os nortenhos passaram a ser incómodos, criaram alguns desequilíbrios e poderiam ter empatado antes do intervalo, mas Tozé Marreco desperdiçou um golo quase feito.

Na etapa complementar, o figurinho foi outro e o embate teve apenas um sentido durante a maioria do tempo. O Marítimo foi mais dono, chegou ao segundo golo e os lances de perigo foram-se sucedendo junto da baliza de Rui Faria, enquanto o Aves pareceu ter ficado atordoado com o tento de Tchô. Os madeirenses podia ter ampliado a vantagem por diversas ocasiões, mas foram os avenses a reduzir já no período de compensação. O golo trouxe algum conforto aos visitantes, mas não chegou para fazer mossa numa equipa com forte personalidade como foi o Marítimo.

Pedro Martins, treinador do Marítimo
"Jogámos de forma inteligente"

Pedro Martins não escondeu a satisfação pela vitória. "Fizemos o suficiente para vencer e jogámos de forma inteligente. Globalmente, estou contente com o empenho e comportamento", destacou, admitindo, porém, não ter gostado dos últimos minutos. "Nada a apontar à nossa vitória, só fiquei desapontado com algumas desconcentrações na parte final. Uma delas resultou no golo do Aves", afirmou, deixando claro que não está obcecado com a contratação de reforços.

Vítor Oliveira, treinador do Aves
"Resultado aceita-se"

Vítor Oliveira estava conformado. "O resultado aceita-se. O Marítimo foi melhor equipa e o golo que sofremos nos momentos iniciais condicionou-nos. Demorámos a reagir e depois fizemos 25 minutos bons, que podíamos ter aproveitado para chegar ao empate", referiu, assumindo que o golo de Tchô praticamente "matou" o desafio. "Com o segundo golo do Marítimo, o jogo ficou decidido".


Fonte: Ojogo, Maritimo 2 - 1 Aves

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Vítor Oliveira faz descansar três jogadores

RABIOLA, MARCO AIROSA E HÉLDER GODINHO FICAM DE FORA

As saídas de Rabiola, Marco Airosa e Hélder Godinho são os destaques na lista de convocados do Aves para a deslocação ao reduto do Marítimo, quarta-feira, em partida referente à segunda jornada da terceira fase da Taça da Liga.

O treinador Vítor Oliveira decidiu fazer descansar os três jogadores e não pode contar ainda com Gonçalo, que se lesionou no último jogo do campeonato, com o Feirense, que o Aves venceu fora (3-0).

De regresso aos eleitos estão o experiente defesa central Sérgio Carvalho, o guarda-redes Hugo Ferreira e o jovem avançado Dani. Diogo Viana, extremo emprestado pelo FC Porto na reabertura do mercado, continua de fora das opções de Vítor Oliveira.

O jogo entre o Marítimo - último do Grupo B, ainda sem pontos pontos - e o Aves (segundo colocado, com 3 pontos), realiza-se no Estádio dos Barreiros, no Funchal (Madeira), e tem o seu início aprazado para as 16 horas de quarta-feira. Bruno Paixão, de Setúbal, será o árbitro da partida.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Rui Faria e Hugo Ferreira.

Defesas: Tiago Valente, João Pedro, Nélson Pedroso, Vítor Vinha, Leandro e Sérgio Carvalho.

Médios: Grosso, Lourenço, Marco Cláudio, Pedro Cervantes, Pedro Pereira, Júlio César e Luisinho.

Avançados: Tozé Marreco, Vasco Matos, Dani.

Fonte: Record, Vítor Oliveira faz descansar três jogadores

domingo, 16 de janeiro de 2011

Líder irreconhecível

O líder Feirense levava três vitórias consecutivas no campeonato, mas ontem foi batido, sem apelo nem agravo, num jogo brilhantemente dominado pela equipa de Vítor Oliveira, que apontou os três golos em momentos-chave da partida.

A equipa de Quim Machado pode queixar-se da falta do experiente Paulo Lopes, habitual guarda-redes titular, recentemente operado e que vai ficar impossibilitado de dar o seu contributo durante dois meses. A sua ausência foi sentida, sobremaneira, nos três golos dos forasteiros. Em dois cantos, o guarda-redes Marco Sousa não foi rápido a sair dos postes e, num momento em que os azuis da Feira ainda lutavam pelo melhor resultado possível, aos 76', o novo titular dos azuis consentiu, infantilmente, a recarga de Rabiola para o terceiro golo, comprometendo, assim, ainda mais qualquer possibilidade de recuperação da sua equipa.

Três lances capitais que, somados à menor produção do meio-campo e frente de ataque do Feirense - Roberto marcou, mas na própria baliza -, permitem afirmar que a vitória do Aves não sofre qualquer contestação, tal o domínio e o controlo táctico do adversário. Moisés, aos 44', em zona frontal, ainda teve ensejo para desfeitear o avense Hélder Godinho, no entanto, este foi um lance raro e insuficiente para a equipa de Quim Machado demonstrar porque lidera a Liga Orangina.

Um dia menos bom para os líderes, mas uma tarde negra, pois o resultado desnivelado demonstra, de facto, a diferença da produção entre as equipas. Este foi o terceiro desaire caseiro do Feirense em sete jogos. Face a este desfecho, os azuis podem ver-se alcançados no primeiro lugar, com 24 pontos, pela Oliveirense, que hoje recebe o Penafiel. Declarações

"Encontrámos um adversário forte e que nos venceu com todo o mérito. Continuamos a liderar"

Quim Machado, treinador do Feirense

"Estamos a atravessar um bom momento. Vencemos justa e inquestionavelmente"

Vítor Oliveira, treinador do Aves

Feirense 0 | Aves 3

Estádio Marcolino de Castro

Árbitro Jorge Ferreira [AF Braga]

Marco Sousa,Marco Cadete,Henrique,Luciano,Serginho 85',Siaka Bamba,André Fontes,Pinheiro INT,Diogo Cunha 58',Moisés,Roberto

Treinador Quim Machado

Fábio Silva,Joel Neves,Élvis,Mika,Gonçalo Abreu INT,Diogo Fonseca 85',Carlos Fonseca 58'

Amarelos | 31' Siaka Bamba, 60' André Fontes, 68' Henrique

Vermelhos | Nada a assinalar

Hélder Godinho;Marco Airosa,Tiago Valente,João Pedro,Vítor Vinha;Júlio César,Vasco Matos,Luisinho,Pedro Pereira 66',Gonçalo 55',Rabiola 82'

Treinador Vítor Oliveira

Rui Faria,Lourenço 82',Grosso 55',Marco Cláudio,Pedro Cervantes 66',Nélson Pedroso
Tozé Marreco

Golos | 37' [1-0] Vítor Vinha, 57' [2-0] Roberto p.b., 76' [3-0] Rabiola

Amarelos | 12' Luisinho, 17' Tiago Valente, 59' Grosso, 75' Tozé Marreco

Vermelhos | Nada a assinalar

Fonte: Ojogo, FEIRENSE 0 - AVES 3

sábado, 15 de janeiro de 2011

Feirense-Aves, 0-3: Líder derrotado em casa

AVENSES SURPREENDEM EM SANTA MARIA DA FEIRA
O Aves cometeu este sábado a proeza de vencer o líder Feirense, por 3-0, em Santa Maria da Feira, em jogo referente à 14.ª jornada da Liga Orangina.

Os primeiros minutos de jogo começaram com as duas equipas muito organizadas taticamente, explorando saídas muito rápidas para o contra-ataque, resultando em alguns lances de perigo para ambas as balizas.

Com o decorrer da primeira parte, estando as duas formações a jogar no mesmo plano tático (4-4-2), o jogo passou a ser disputado essencialmente no meio campo.

Aos 36 minutos, o Aves inaugurou o marcador. Na marcação de um canto do lado esquerdo do seu ataque, Vítor Vinha, dentro da pequena área, desvia o esférico para o fundo da baliza de Marco Sousa.

Na segunda parte, com uma substituição feita ao intervalo, o Feirense entrou mais forte no jogo, dispondo de alguns lances de grande aperto, para a baliza da formação avense.

Aos 60 minutos, contra a corrente do jogo, novamente na marcação de um canto, o Aves ampliou o marcador. Roberto num lance de pura infelicidade, na sequência da marcação de um canto da equipa adversária, desviou a bola para dentro da sua baliza.

Rabiola, aos 79 minutos, aumentou o marcador para três golos de diferença. Marco Sousa, guarda-redes do Feirense, não segurou uma bola aparentemente fácil, deixando-a ficar à mercê do ponta de lança da equipa de Vila das Aves, que, como lhe é característico não desperdiçou.

A partida terminou com o Feirense desmoralizado, entregando praticamente o jogo à equipa adversária.

Jogo no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira.

Feirense: Marco Sousa, Luciano Silva, Siaka Bamba, Diogo Cunha, Serginho (Diogo Fonseca 89’), Moisés, Roberto, Pinheiro (Gonçalo Abreu 47’), Marco Cadete, Henrique e André Fontes.

Suplentes: Fábio Silva, Joel Neves, Elvis, Mika, Gonçalo Abreu, Diogo Fonseca e Carlos Fonseca

Desportivo das Aves: Hélder Godinho, Tiago Valente, Pedro Pereira (Pedro Cervantes 70’), Rabiola, Gonçalo (Grosso 57’), Luisinho, Vítor Vinha, João Pedro, Marco Airosa, Vasco Matos e Júlio César.

Suplentes: Rui Faria, Lourenço, Grosso, Marco Cláudio, Pedro Cervantes, Nelson e Tozé Marreco

Árbitro: Jorge ferreira, da AF Braga.

Acção Disciplinar: cartão amarelo para Luisinho (12’), Tiago Valente (18’), Siaka Bamba (32’), Grosso (63’), André Fontes (64’), Henrique (72’) e Tozé Marreco (78’)

Fonte: Record, Feirense 0 - 3 Aves

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Vítor Oliveira convoca 19 jogadores para deslocação ao Feirense

Vítor Oliveira, técnico do Desportivo das Aves, chamou 19 jogadores para a deslocação ao reduto do Feirense, marcada para o próximo sábado, para a 14ª. jornada da Liga Orangina. O treinador optou por convocar os mesmos jogadores presentes na última convocatória para o jogo com o Santa Clara, em que os avenses venceram por 2-1.

De destacar apenas a ausência do extremo Diogo Viana, que se juntou ao restante plantel só na passada terça-feira.

O Feirense-Desportivo das Aves está agendado para este sábado, a partir das 15h, e será dirigido por Jorge Ferreira, de Braga.


Lista de convocados:

Guarda-redes: Hélder Godinho e Rui Faria.

Defesas: Marco Airosa, Tiago Valente, Gonçalo, João Pedro, Nélson Pedroso, Vítor Vinha, Leandro.

Médios: Grosso, Lourenço, Marco Cláudio, Pedro Cervantes, Pedro Pereira, Júlio César, Luisinho.

Avançados: Tozé Marreco, Vasco Matos, Rabiola.


Fonte: Ojogo, Vítor Oliveira convoca 19 jogadores para deslocação ao Feirense

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Dupla no Cesarense

O Cesarense (penúltimo classificado da II Divisão, zona Centro) é o próximo destino de Éder Diego e de Tiago. Os dois jogadores não fazem parte das opções do treinador Vítor Oliveira, pelo que os responsáveis do Aves decidiram-se pelo empréstimo. A preparar a deslocação a Santa Maria da Feira, frente ao líder da Orangina, o grupo de trabalho de Vítor Oliveira apresenta-se sem problemas.

Fonte: Ojogo, Dupla no Cesarense

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Diogo já treina

Diogo Viana integrou ontem os trabalhos, mas ainda não estará disponível, para o encontro com o Feirense, uma vez que a sua inscrição na Liga apenas será feita hoje e o jogo é já no Sábado.

Fonte: Record, 12 de janeiro de 2010

Diogo Viana: Video

video

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

«Quero ajudar o Aves a subir de divisão»

O extremo Diogo Viana, cedido pelo FC Porto ao Desportivo das Aves, chega ao clube da Liga de Honra em busca de sucesso: «Sinto-me feliz por estar neste clube e acredito que posso ajudá-lo a subir de divisão. Seria um grande feito na minha carreira.»

Diogo Viana chega por empréstimo aos avenses até final desta temporada, depois de ter jogado época e meia nos holandeses do VVV Venlo.

Fonte: Abola, «Quero ajudar o Aves a subir de divisão»

Diogo Viana chega por empréstimo

O extremo Diogo Viana, do FC Porto, vai ser emprestado ao Desportivo das Aves, 10.º da Liga de Honra, até ao final da temporada, revelou à agência Lusa fonte do clube avense.

Diogo Viana, de 20 anos, foi formado no Sporting e transferiu-se para o clube portista no âmbito da venda de Hélder Postiga aos leões, em 2008.

O jovem jogador estava emprestado ao Venlo, da Holanda, desde a época passada, mas a sua pouca utilização proporcionou o regresso a Portugal e o ingresso no Desportivo das Aves, colmatando uma das lacunas identificadas pelos responsáveis avenses.

Segundo o presidente da comissão administrativa do clube, Armando Silva, a prioridade agora é a contratação de um "trinco e de um ponta de lança".

Fonte: Record, Diogo Viana chega por empréstimo

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

domingo, 9 de janeiro de 2011

Aves 2-1 Santa Clara

Um bis de Rabiola deu este domingo uma suada vitória ao Desportivo das Aves sobre o Santa Clara (2-1), em encontro da 13.ª jornada da Liga Orangina, realizado na Vila das Aves.

Com este triunfo, o Aves igualou o Santa Clara na tabela classificativa (ambos com 16 pontos), alimentando ainda o sonho da subida de divisão (está a cinco pontos do segundo lugar, ocupado pela Oliveirense).

A vantagem avense fica a dever-se a uma grande eficácia de Rabiola, um dos melhores marcadores do campeonato, e a uma grande exibição do guarda-redes Hélder Godinho, que impediu com algumas excelentes defesas um empate que os açorianos fizeram por merecer.

Foi mesmo o Santa Clara a entrar melhor e a criar duas situações de perigo, mas, na primeira vez que ganhou um canto, a equipa da casa marcou: Luisinho cobrou a bola parada na direita, houve um primeiro desvio e Rabiola, ao segundo poste, rematou para o fundo das redes.

Os visitantes reagiram e, após Hélder Godinho ter defendido com dificuldade um livre de Alex, Ilic, de cabeça, após canto da direita, só não empatou a partida porque Marco Airosa o impediu sobre a linha de golo (16 minutos).

O Santa Clara já justificava o empate, mas foi o Aves a aumentar a vantagem com um grande golo de Rabiola (26 minutos) -excelente remate com o pé esquerdo, de fora da área, a colocar a bola no ângulo superior direito.

A segunda parte continuou com a equipa forasteira à procura de marcar, com Monteiro em destaque (50 e 56 minutos), mas Pedro Pereira também esteve muito perto de marcar um grande golo para os da casa, num tiro que saiu a rasar o poste (63).

Aos 67 minutos, registo para um grande momento, com uma tentativa de chapéu de Pacheco, de muito longe, mas Hélder Godinho, com uma grande defesa, impediu o golo açoriano. Na sequência do canto, foi, porém, impotente perante a cabeçada de Moreira, que reduziu a desvantagem. Luisinho ainda colocou Ney à prova (85 minutos), mas, no período de descontos, o Santa Clara esteve muito perto de empatar por três ocasiões.

Monteiro, na cara de Hélder Godinho, rematou mal, João Pedro cortou no limite um forte remate de Bruno Monteiro e, no último lance do jogo, após canto da direita, Pacheco cabeceou com selo de golo, mas Hélder Godinho fez uma defesa espantosa e segurou a vitória dos locais.

Aves: Hélder Godinho, Marco Airosa, Tiago Valente, João Pedro, Vítor Vinha, Gonçalo, Júlio César, Marco Cláudio (Pedro Pereira, 59), Vasco Matos (Lourenço, 74), Luisinho e Rabiola (Tozé Marreco, 74).

Santa Clara: Ney, Brigues, Ilic, Diogo Silva, Vítor Alves, Jeferson (Pacheco, 61), Gabi (Bruno Monteiro, 82), Alex (Platini, 57), Fajardo, Monteiro e Moreira.

Árbitro: Hélder Malheiro (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jeferson (43), Marco Airosa (55), Monteiro (78), Vítor Alves (81) e Luisinho (90+4).

Fonte: Record, Aves 2-1 Santa Clara

sábado, 8 de janeiro de 2011

Lista de Convocados Aves - Santa Clara

Completamente recuperado de lesão, o defesa direito Leandro regressa às primeiras opções de Vítor Oliveira, para o jogo que o Desp. Aves disputa amanhã, às 15 horas, em casa, com o Santa Clara.

A lista dos 19 jogadores convocados é a seguinte:

Guarda-redes: Hélder Godinho e Rui Faria.

Defesas: Tiago Valente, Gonçalo, Marco Airosa, Nélson Pedroso, Vítor Vinha, João Pedro e Leandro.

Médios: Pedro Cervantes, Grosso, Lourenço, Pedro Pereira, Júlio César, Marco Cláudio e Luisinho.

Avançados: Vasco Matos, Tozé Marreco e Rabiola.

Fonte: Abola, Lista de Convocados Aves - Santa Clara

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Amessan em breve

A equipa técnica do Aves procura um extremo-esquerdo e o desejo será concedido em breve: o costa-marfinense Amessan já tem um pré-acordo para rumar aos avenses e nos próximos dias, apurou Record, vai assinar um contrato de empréstimo por parte da Académica até ao final da época.
José Guilherme, que sucedeu a Jorge Costa na Briosa, já foi abordado sobre a hipótese de libertar Amessan, que em Coimbra apenas jogou 40 minutos...e para a Taça da Liga. O jogador ainda não regressou a Portugal, após a pausa competitiva dos estudantes, mas é esperado a todo o momento em Coimbra, de onde depois será transferido para o clube nortenho.
Amessan, com mais ano e meio de contrato com a Briosa, é um extremo rápido, que procura a linha com facilidade e que completou 20 anos no passado mês de setembro.
Quando chegou a Portugal foi emprestado ao Tourizense, clube satélite da Académica, e foi pelas mãos de André Villas-Boas que se estreou com a camisola dos estudantes, na época 2009/2010.
Um ponta-de-lança e um médio-defensivo também são pretendidos por Vítor Oliveira.

Fonte: Record, 6 de Janeiro de 2010

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Saltimbanco goleador

Apostar numa carreira de futebolista é o mesmo que andar sempre a correr de clube em clube. Nem sempre é assim, há casos em que um jogador fica onde começa; outras vezes tem de fazer sacrifícios e deixar tudo para trás para tentar a sorte longe de casa. No caso de Luisinho, mudar de camisola é coisa que lhe agrada e sempre achou "graça mudar muitas vezes de clube". Quando era miúdo, conta, deliciou-se a viver experiências excitantes. Iniciou-se nas escolas do FC Porto, depois transferiu-se para o Varzim, Espinho, Académica, Oliveirense, até acabar em... Vila Real.

Natural de São Roque da Lameira, no Porto, Luisinho percorreu uma série de etapas pela mão do pai, Serafim, que acabou por convencê-lo a concluir a formação na sua terra natal. Foi em Vila Real que o miúdo agarrou um contrato ambicioso de quatro épocas com o Braga, que terminou quando foi emprestado ao Moreirense. O extremo-esquerdo do Aves tornou-se notícia ao marcar dois golos do triunfo da equipa sobre o Olhanense, na Bwin Cup. "Bisei pela primeira vez nos seniores. Marquei muitas vezes nas camadas jovens mais do que um golo por jogo", conta Luisinho, a atravessar uma das melhores fases da carreira, no segundo ano ao serviço do Aves. Agarrou o lugar à segunda ronda e, desde então, tem vindo a trilhar o caminho que deseja ver culminar "na I Liga". "O que seria bom" para um jogador com 25 anos e que ainda acha graça "saltar de clube em clube". "Sou um saltimbanco; assim vou ganhando experiência. O futebol dá muitas voltas, mas devemos pensar sempre no melhor", explica Luisinho, um ala com jeito para os golos. Esta época tem quatro: três na Bwin Cup, outro na Orangina.

Fonte: Ojogo, Saltimbanco goleador

Àrbitros para a 13.ª jornada

Já são conhecidos os árbitros para a 13.ª jornada da Liga Orangina. A Liga de Clubes, num comunicado emitido esta quarta-feira, designou Artur Soares Dias para a visita do líder Feirense ao Estoril.

O segundo classificado Trofense recebe o quarto Arouca, num encontro dirigido por André Gralha, enquanto o Belenenses, penúltimo colocado, vai defrontar o terceiro Oliveirense, no Restelo, com arbitragem de Elmano Santos.

Lista de nomeações para a 13.ª jornada:

Varzim-Moreirense, Luís Catita
Penafiel-Gil Vicente, Olegário Benquerença
Fátima-Sp. Covilhã, Hugo Pacheco
Estoril-Feirense, Artur Soares Dias
D. Aves-S. Clara, Hélder Malheiro
Trofense-Arouca, André Gralha
Freamunde-Leixões, Marco Ferreira
Belenenses-Oliveirense, Elmano Santos

Fonte: Record, Àrbitros para a 13.ª jornada

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Aves no mercado por um extremo

A Direcção avense continua à procura de clubes para colocar os dispensados Fary, Xano e Éder Diego (há clubes da II Divisão interessados), ao mesmo tempo que está no mercado para contratar um extremo. Mas, para inscrever novos jogadores, o Aves terá de pagar cerca de doze mil euros ao Algueirão, dívida referente aos direitos de formação de Sami. O montante será liquidado nos próximos dias na sua totalidade ou de forma faseada, se o clube credor aceitar a proposta já recebida.

Fonte: Ojogo, Aves no mercado por um extremo

Taça da Liga: Desp. Aves 3-2 Olhanense: Resumo

video

Olhos espanhóis sobre Vítor Vinha

O lateral esquerdo do Desportivo das Aves, Vítor Vinha, está a ser seguido de perto por dois clubes espanhóis.

O jogador de 24 anos tem-se destacado na equipa de Vítor Oliveira e já vinha a chamar a atenção de emblemas da Liga Zon Sagres há algum tempo.

Agora surgem notícias de duas equipas do país vizinho, sendo uma delas do principal escalão e outra com sérias pretensões à subida.

Depois de uma experiência no Chipre, ao serviço do Nea Salamis, o jogador mostra-se tranquilo em relação às várias investidas de que pode ser alvo.

"Não desconheço que existem contactos de clubes portugueses e espanhóis. É evidente que não sou insensível à possibilidade de jogar na Liga Zon Sagres ou em Espanha, mas os interesses do Aves devem ser respeitados. Não sou ingrato", comentou o defesa à sua assessoria de comunicação.

Fonte: Record, Olhos espanhóis sobre Vítor Vinha

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

AVES 3-2 OLHANENSE

O Aves começou o ano em voo picado ao derrotar o Olhanense, do escalão superior, conseguindo uma exibição que empolgou os seus adeptos e, em sentido inverso, provocou bastantes críticas do técnico Daúto Faquirá aos seus jogadores.

Luisinho, com uma exibição de luxo coroada com os dois primeiros golos, foi a principal arma da equipa de Vila das Aves, que dominou a primeira parte perante a apatia algarvia, em meio à qual se destacavam, pela negativa, os centrais Maurício e Jardel, com uma tarde para esquecer.

Por isso, ao intervalo o treinador do conjunto algarvio trocou Maurício por Mexer, que acabou por dar algum acerto ao sector.

Logo aos 30 segundos do período complementar, Yontcha reduziu a diferença, mas o Aves não acusou a contrariedade. Inclusive, com a entrada de Pedro Pereira, voltou a conseguir explorar os flancos e, aos 72 minutos, foi este jogador a colocar de novo a sua equipa com dois golos de vantagem.

Apesar do acerto visitante na segunda parte, este terceiro golo anfitrião sentenciou a partida, e só uma fífia de João Pedro aos 86' deu azo a um pouco de incerteza no marcador, mas o Aves conseguiu segurar a vantagem mínima até ao fim.

AVES UM A UM

Gonçalo 7

Central, cumpriu com distinção como trinco.

Rabiola 7

Assistências para dois dos três golos.

Pedro Pereira 7

Vítor Oliveira, treinador do Aves

"Fomos superiores"

Vítor Oliveira gostou da exibição da equipa: "Na primeira parte fomos superiores em todos os aspectos e podíamos ter dilatado a vantagem. Sofremos o 2-1 de forma inexplicável, voltámos a dominar, marcámos de novo e sofremos outro golo por um erro primário. Mas, no cômputo geral, fomos superiores."

Entrou e deu uma alegria aos adeptos.


Fernando Gomes marcou presença

Fernando Gomes, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, assistiu ao encontro no camarote presidencial do estádio. Uma presença notada e agraciada com uma mão-cheia de golos.

Fonte: Record, AVES 3-2 OLHANENSE

Ojogo, AVES 3-2 OLHANENSE

sábado, 1 de janeiro de 2011

Pedro Pereira é novidade na convocatória

O regresso de Pedro Pereira é a principal novidade dos convocados do Desportivo das Aves para a receção ao Olhanense, no domingo, da 1.ª jornada do grupo B da terceira fase da Taça da Liga.

O extremo português aproveitou a paragem das competições e recuperou da lesão que o afastou do último jogo, voltando a ser opção para o treinador avense, Vítor Oliveira.

De fora ficou Éder Diego, que abandona o plantel na reabertura do mercado, em janeiro.

O Desportivo das Aves, 15.º da Liga Orangina, joga com o Olhanense, 11.º do principal campeonato do futebol nacional, enquanto no outro jogo do grupo B, o Benfica recebe o Marítimo, também no domingo.

O jogo entre as equipas avense e algarvia tem lugar no Estádio do Clube Desportivo das Aves, às 15 horas de domingo, e será arbitrado por Jorge Sousa, do Porto.

Lista de convocados:

Defesas: Marco Airosa, Tiago Valente, Gonçalo, João Pedro, Nélson Pedroso e Vítor Vinha.

Médios: Grosso, Lourenço, Marco Cláudio, Pedro Cervantes, Pedro Pereira, Júlio César e Luisinho.

Avançados: Tozé Marreco, Vasco Matos e Rabiola.

Fonte: Record, Pedro Pereira é novidade na convocatória